Home > Noticias Recentes, Questão Judaica, Sionismo > ISRAEL REJEITARÁ INVESTIGAÇÃO INTERNACIONAL DE ATAQUE À FROTA HUMANITÁRIA

ISRAEL REJEITARÁ INVESTIGAÇÃO INTERNACIONAL DE ATAQUE À FROTA HUMANITÁRIA

O embaixador israelense nos Estados Unidos, Michael Oren, disse no domingo que Israel rejeitará a ideia de uma comissão internacional para estudar o ataque de Israel a um navio com o qual ativistas pretendiam chegar à Faixa de Gaza para ajuda humanitária e em que nove pró-palestinos foram mortos.

Nós rejeitamos uma comissão internacional. Estamos discutindo com a administração do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, uma forma para que nossa investigação aconteça“, disse Oren ao programa “Fox News Sunday“.

O secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), Ban Ki-moon, propôs uma investigação incluindo outros países. Ban contatou o premiê de Israel, Binyamin Netanyahu, no sábado, falando sobre a necessidade de se instalar uma comissão internacional de investigação.

Em reunião de gabinete neste domingo, premiê de Israel reafirmou que vai manter bloqueio a Gaza.

A comissão seria integrada por Israel, Turquia e Estados Unidos, e o premiê neozelandês Geoffrey Palmer foi indicado como um possível presidente do grupo que investigaria o ataque israelense contra a Frota da Liberdade.

A ONG Free Gaza, uma das organizadoras da Frota da Liberdade, anunciou no domingo que uma nova tentativa de romper o bloqueio a Gaza deve ocorrer nos próximos meses. “Voltaremos“, disse a organização em comunicado.

Fonte: Folha.com

  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: