Home > Noticias Recentes, Questão Racial > “A mestiçagem faz bem a saúde”: DERRUBANDO UM MITO!

“A mestiçagem faz bem a saúde”: DERRUBANDO UM MITO!

Vejo muitas pessoas declararem que o isolamento racial de uma população pode acarretar em problemas de saúde, o que é na verdade um mito.
As estatísticas
Vamos analisar algumas estatísticas de três países: Islândia, Brasil e Nicarágua.
Islândia, nação ariana mais homogênea do mundo, tem a menor mortalidade infantil (2,9/mil nasc.) e a terceira maior expectativa de vida (82 anos).
Brasil (38% da população mestiça), tem a 106° mortalidade infantil (29,1/mil nasc.) e a 92° expectativa de vida (72 anos).
Nicarágua, (70% da população mestiça) tem a 124° expectativa de vida (69 anos) e a 98° mortalidade infantil (25,7/mil nasc.).
Cientistas alertam sobre o mal da mestiçagem
Os conceituados cientistas James Watson (nobel de 1962), Richard Lynn e Charles Murray afirmam que existem diferenças de inteligência entre as raças e que a miscigenação diminui o QI. Richard Lynn afirma ainda que pessoas com QI mais baixo possuem maior índice de mortalidade e mais doenças genéticas, além de maior risco de sofrer de depressão, estresse pós-traumático e esquizofrenia.
…………………–……………………………………………………………….
Mestiçagem “democratiza” doenças genéticas
-……………–……………….
Doenças genéticas que antes existiam apenas entre negros, aparecem com cada vez mais freqüência em indivíduos de aparência branca e vice-versa, devido a miscigenação.
-…………………………………………………………………………..
A Anemia Falciforme, que antes atingia a população negra, hoje está em alto índice também nos “brancos” e pardos.

Na Bahia, de janeiro de 2001 a abril de 2008, só entre as crianças de 0 a 7 anos, foram registrados mais de 1,7 mil casos de Anemia Falciforme. 40% dos registros são em Salvador. Municípios da Região Metropolitana e do Recôncavo também têm altos índices da doença.

A Bahia é o estado brasileiro que mais registra casos de Anemia Falciforme, seguido de Minas Gerais. No nosso estado, a incidência é maior porque a Anemia Falciforme é mais comum entre a população negra. É uma doença genética que veio para o Brasil com os escravos africanos.
-………..———–
  1. nomaje
    September 6, 2010 at 6:42 pm

    Mestiçagem aumenta risco de anormalidade profunda e atraso mental. Muitos mulatos apresentam esse problema ou na geração vai surgir, pelo menos, o retardo mental ( imbelidade e idiotia ). Até empiricamente é possível concluir, mas, os cientistas alertam sim. No caso de inseminação artificial os candidatos são avisados da alta probabilidade… Mas as pessoas ficam logo prontas para reduzir o conselho científico a preconceito… são estúpidas. Querem os serviços dos cientistas… mas não as suas avaliações que poderiam mudar uma decisão…

  2. NN
    September 9, 2010 at 5:34 am

    Apenas 38% da população brasileira é mestiça?

    HAHAHA

    Tenho certeza que mais de 70% dos brasileiros são mestiços.

    • September 10, 2010 at 3:19 pm

      Em 2000, no Núcleo Genético da UFMG, estudos sobre o genoma humano mostraram e comprovaram que 40% da população brasileira é geneticamente 99,999999% Européia.

  3. pvnam
    September 9, 2010 at 4:04 pm

    —> As mais variadas ocorrências… não são uma surpresa… porque, hoje em dia, a Europa é dominada por uma ‘Política à Hitler’:
    1-> Uma desesperada ‘Fuga para a Frente’… para a implosão!…
    {nota: só os Parvos-à-Sérvia é que acreditam que os futuros/novos dominadores demográficos da região… irão preservar a antiga Identidade}
    2-> Teorias (vulgo intolerância) para negar o Direito à Sobrevivência de outros!…

    ANEXO:
    SEPARATISMO-50 NA EUROPA
    —> Sim, quem quiser ficar à mercê do pessoal (africanos, islâmicos, etc) que anda numa corrida demográfica pelo controlo de novos territórios… QUE FAÇA BOM PROVEITO: tchau!….; todavia, pelo legítimo Direito à diferença:
    TODOS DIFERENTES!!! TODOS IGUAIS!!!
    — Isto é, TODOS os Povos Autóctones do Planeta Terra:
    -> Inclusive os de ‘baixo rendimento demográfico’ (reprodutivo)!…
    -> Inclusive os economicamente pouco rentáveis!…
    devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no Planeta!!!

  4. adm´s now
    September 25, 2010 at 4:02 pm

    Em 2000, no Núcleo Genético da UFMG, estudos sobre o genoma humano mostraram e comprovaram que 40% da população brasileira é geneticamente 99,999999% Européia.

    SÓ SE FOR DE Y E MIT..LOL

  5. adm´s now
    September 25, 2010 at 4:04 pm

    Tenho certeza que mais de 70% dos brasileiros são mestiços.

    É MAS O ESTUDO NÃO ESPECIFICOU SE ERA MESTIÇAGEM COM MONGOLOIDES OU COM NEGROIDES..A NICARAGUA POR EXEMPLO NÃO É MAMELUCA; TEM MUITO ZAMBO DO CARIBE QUE JA MONGRELIZOU TUDO POR ALI..

  6. Raphael
    October 28, 2010 at 1:00 am

    Se tratanto de missigenação racial,pode ter suas vantagens e desvantagens,o conceito de “raça” é muito complexo,uma fez que pentencemos a uma só raça,a humana.existem diferenças sim mas são poucas,ciêntificamente comprovadas,creio que misturas raciais trazem sim, prejuizos ou beneficios dependendo da sorte genética do individuo.

    • October 30, 2010 at 10:27 pm

      Não existe raça humana, o que existe é espécie humana. E daí que as diferenças são pequenas?! Humanos e macacos são 99% iguais, 1% é uma diferença relativamente pequena, isso significa que humanos e macacos pertencem a mesma raça?! E as diferenças entre um eurasiano e um negro são maiores do que as diferenças dos homo sapiens e homo neanderthais. As diferenças genéticas entre homo sapiens e homo neanderthalensis são de 0,08%, enquanto as diferenças genéticas entre eurasianos e negros são mais que o dobro disso, 0,23%. A distancia entre o Homo Sapiens e o Homo Erectus é de 0.170%, em torno da mesma distância genética entre Bantus Africanos e Eskimós.

  7. Anônimo
    December 1, 2010 at 2:08 am

    “Em 2000, no Núcleo Genético da UFMG, estudos sobre o genoma humano mostraram e comprovaram que 40% da população brasileira é geneticamente 99,999999% Européia.”
    Então ai você já se contradiz pois o texto diz “Brasil (38% da população mestiça)”.

    • December 1, 2010 at 4:27 am

      Suponho que seus cálculos estejam errados. De 100%, 40% são brancos puros e 38% mestiços, no total não dá mais que 100%.

  8. sh
    December 2, 2010 at 10:19 am

    Se tratanto de missigenação racial,pode ter suas vantagens e desvantagens,o conceito de “raça” é muito complexo,uma fez que pentencemos a uma só raça,a humana.existem diferenças sim mas são poucas,ciêntificamente comprovadas,creio que misturas raciais trazem sim, prejuizos ou beneficios dependendo da sorte genética do individuo.

    estás a sofismar raça com especie e outra: os grupos raciais/evolutivos tem sim influencia sobre o individuo, pois é por exemplo o grupo racial que define o tamanho do seu cerebro e a estrutura mais ou menos evoluida do mesmo por exemplo..

  9. sh
    December 2, 2010 at 10:20 am

    Não existe raça humana, o que existe é espécie humana. E daí que as diferenças são pequenas?! Humanos e macacos são 99% iguais, 1% é uma diferença relativamente pequena, isso significa que humanos e macacos pertencem a mesma raça?! E as diferenças entre um eurasiano e um negro são maiores do que as diferenças dos homo sapiens e homo neanderthais. As diferenças genéticas entre homo sapiens e homo neanderthalensis são de 0,08%, enquanto as diferenças genéticas entre eurasianos e negros são mais que o dobro disso, 0,23%. A distancia entre o Homo Sapiens e o Homo Erectus é de 0.170%, em torno da mesma distância genética entre Bantus Africanos e Eskimós.

    exacto, se 1% de chipanzes pra nós representam 5 milhões de anos, logo os 0,5% de distancia entre as raças devem representar no minimo centenas de milhares de anos de divergencia evolutiva mais pura..

  10. sh
    December 2, 2010 at 10:22 am

    Então ai você já se contradiz pois o texto diz “Brasil (38% da população mestiça)”.

    ta, mas o movimento negroide (por que não podemos ter um movimento caucasoide tambem?) diz que metade da população é preta e parda e pardo pra eles são todos negroides, como se mongoloide com caucasoide ou mameluco laurasico/eurasoide fosse tudo negroide, mesmo quando mongoloides e negroides são troncos evolutivos completamente distintos..

  11. sh
    December 2, 2010 at 7:35 pm

    Suponho que seus cálculos estejam errados. De 100%, 40% são brancos puros e 38% mestiços, no total não dá mais que 100%.

    “missigenação”

    pois, esse mineiro nada saca de matematica elementar nem portugues/gramatica basica sequer..lol; como pode querer vir aqui almejando debater biologia, fisico-quimica e cia..?lol

  12. sh
    December 2, 2010 at 7:37 pm

    mesmo quando mongoloides e negroides são troncos evolutivos completamente distintos..

    e embora muitos tentem sofismar indios (a grande maioria ja extintos genomicamente falando/autossomicamente via mistura com zambos e cia) com niggzados, são duas coisas distintas..vejo por ai muito zambo e mongrel tentando se declarar como indio e mameluco e ate mesmo “branco”..lol

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: